"Ceci n'est pas un hôpital" (Isto não é um hospital). Esta máxima foi a inspiração para os arquitetos que planejaram o hospital AZ Zeno na cidade de Knokke, na costa belga. A sua ideia baseia-se na filosofia do surrealista René Magritte. Em 1929, sob o quadro naturalista de um tubo, o artista escreveu: "Ceci n'est pas une pipe" (Isto não é um tubo). Desta forma, o artista belga questionou os padrões de pensamento tradicionais.

E os designers da AA Prog Architects, B2AI e Detoo architects & engineering, juntamente com a Ingenium para serviços de construção, obviamente pensaram em linhas semelhantes. A Ingenium optou por cabos multimodo OM4 ou monomodo devido à distância de transmissão para cada caso e também em relação à separação galvânica para a segurança do paciente em uma mesa de operações. Numa concorrência de arquitetura, criaram um plano para um hospital que não se parece com um hospital, não um bloco de torres volumoso que instiga o medo da doença e da medicina estéril. Na verdade, muito pelo contrário: um lugar orgânico, estético, de segurança e cuidados de saúde naturais e holísticos.

A luz do dia enche todos os andares e todos os quartos dos pacientes. Isso poupa energia, além de ter um efeito positivo no processo de cura e recuperação. Os pacientes desfrutam das vistas sobre as dunas e das paisagens de canteiros verdes. Átrios e parques estão disponíveis aos pacientes para relaxamento.

Rede à prova de futuro

A tecnologia por trás do prédio inteligente é tão pragmática e sustentável quanto a construção da medicina tradicional é surrealista. A rede local de dados com seus 10.000 links, satisfaz as necessidades atuais e futuras em TI para cuidados em saúde. “Em uma fase inicial do planejamento, em 2014, nós decidimos instalar uma infraestrutura de rede à prova de futuro”, explica o Engenheiro Tim Opsomer da Empresa Ingegium. A empresa é responsável pela construção e tecnologia de rede. A Ingenium recomendou uma solução comprovada e testada, oferecendo recursos para uma longa vida operacional e o aumento do tráfico de dados.

Tim Opsomer: “Até o momento nós estávamos muito conscientes dos desafios que nós enfrentaríamos, com imagens médicas de alta resolução tendo que ser rapidamente transmitidos por toda rede”. É por isso que a Ingenium recomendou equipar as salas de operação com Fibra Óptica. 

Os quartos dos pacientes, espaços públicos, escritórios e a rede de segurança foram equipados com cabos de cobre blindados Cat. 6A. Naturalmente os cabos tiveram que atender os altos requisitos de segurança de proteção contra incêndios de um hospital. O uso de Power over Ethernet também foi discutido. As conexões de rede para alto-falantes, câmeras de vigilância e WiFi foram preparados para que a atualização fosse sempre possível.

Perfeito e Flexível

Os parceiros de instalação ENGIE Fabricom e EEG Gullegem estavam aptos a implantar com sua vasta experiência em projetos de saúde. Eles também optaram por uma solução pragramática e recomendaram o sistema de cabeamento da R&M. Tom Croes, Líder de projeto Datacom da ENGIE, explica a decisão que seguiram: “Foi a oferta com a melhor relação preço e qualidade. É por isso que nós optamos pela R&M”.

Além disso, eles ficaram impressionados pela tecnologia de instalação prática do módulo Cat. 6A EL blindado. “Isso possibilitou para nós trabalhar de forma rápida e flexível ao longo dos dois anos de projeto”, explica Tom Croes

Não houve problemas durante a instalação. A equipe da R&M Europa Ocidental (WEU), juntamente com o revendedor 6X International, fizeram isso. Eles forneceram suporte logístico flexível com entregas parciais. Os especialistas da R&M, Luc de Bruycker e Jean Paul Rooseleer, estavam sempre por perto se havia questões a esclarecer ou se era necessária ajuda prática. Nenhum único problema se agravou. Adaptações de um painel de terceira parte foi realizada com sucesso de forma imediata.

O resultado da instalação foi tão perfeito quanto a arquitetura envolvida. As 6.500 ligações de cobre foram encontradas com erro zero. Tom Croes: “Muito impressionante e algo que nós nunca vimos antes. A solução de cabeamento provou ser fácil de instalar e extremamente robusta”.

Os líderes de projeto do Hospital Zeno – Nick Roels do TI e Frank Vandierendonck da tecnologia e infraestrutura – confirmaram isso no comissionamento do hospital na primavera de 2018: “A flexibilidade durante a construção e a comunicação com a empresa de instalação resultou em uma instalação e conclusão corretas e sem problemas no projeto”.

AZ Zeno

Construção 2015 a 2018, inauguração Março de 2018

  • 100 médicos, 800 profissionais especializados, 324 leitos.
  • 52.000 m² de área, 5 andares.
  • Investimento aproximado de 220 milhões euros.

Funcionalidades: Hospital privado em Knokke-Heist para a região Noroeste da Flandres, ambulatório e centro de saúde, centro de reabilitação, lar de idosos, auditórios, salas de eventos públicos, heliporto.