O tráfego aéreo Europeu está aumentando a todo tempo. Todo ano há um crescimento no número de passageiros e voos programados. E este aumento do tráfego aéreo também diz respeito ao espaço aéreo da Polônia. Só no aeroporto da Cracóvia, o maior aeroporto regional da Polônia, verifica-se um aumento anual de 9% no número de passageiros. Em 2017, 5,8 milhões de passageiros utilizaram o Aeroporto Internacional João Paulo II Cracóvia-Balice.

Agência de Serviço de Navegação Aérea da Polônia (PANSA), responsável em todo o país pela segurança, comunicação e controle do tráfego aéreo, está reagindo ao desenvolvimento com um programa de investimento a médio prazo. Com um custo de um bilhão de zloty (250 milhões de euros), está ampliando e modernizando a infraestrutura em 14 localidades. 

O projeto mais recente foi a torre de Controle do Tráfego Aéreo (ATC) no aeroporto de Cracóvia. O Ministro da Infraestrutura da Polônia, Andrzej Adamczyk, o CEO da PANSA, Janusz Niedziela, e o CEO do Aeroporto de Cracóvia, Radosław Włoszek, inauguraram o edifício após 17 meses de construção em Fevereiro de 2018. A torre de alta tecnologia e 45 metros é responsável por três funções: o Gabinete de Controle de Aproximação (APP), a Torre de Controle do Aeródromo (TWR) e o Serviço de Informação de Voo (FIS) para o sul da Polônia.

Sala de operações de última geração

A sala de operações, a uma altura de 38 metros, é atualmente o local de trabalho mais moderno da Polônia na área de segurança aérea e gestão do tráfego aéreo. Janusz Niedziela CEO da PANSA na abertura. “Esse é o local de trabalho mais moderno do seu tipo na Polônia. Garante boas condições de trabalho para os controladores de tráfego aéreo e o mais alto nível de segurança para as necessidades do sistema para monitoramento de tráfego aéreo”.

O slogan da agência é “Segurança no ar. Esse é nosso trabalho. Essa é nossa missão”. Em acordo com a filosofia de segurança nunca pode haver a possibilidade de improviso. Toda etapa deve ser bem pensada e controlada continuamente, e os aviões têm de ser conduzidos através do espaço aéreo de forma extremamente precisa e com grande exatidão técnica. É por isso que a PANSA exige muito da tecnologia da informação e da comunicação.

Para a torre ATC, teve de ser planejada uma rede de dados com componentes que oferecessem a maior segurança possível. A rede de dados conecta a sala de operações e a estação de controle com o Data Center local. Graças a uma apresentação irrefutável e assim como uma colaboração de longa data, PANSA e o contratante geral decidiram pela R&M como fornecedor de cabeamento. Por décadas os produtos da R&M vem tendo uma boa reputação no setor de tráfego aéreo da Polônia, graças a qualidade e confiabilidade operacional.

Solução de Gerenciamento para LAN

Além dos componentes de cabeamento seguros, a PANSA procurava uma nova solução para o monitoramento e gerenciamento de rede. O segundo critério de planejamento mais importante após a segurança e a qualidade era que a comunicação eletrônica e o monitoramento da infraestrutura LAN deveriam ser possíveis em todos os momentos. Consequentemente, havia um grande interesse no R&MinteliPhy. Após uma demonstração do produto, ficou claro para os responsáveis que esta era a chave para a confiabilidade operacional desejada, transparência e automação na nova torre.

O R&MinteliPhy permite os usuários detectar e localizar problemas físicos de conexão em tempo real e retifica-los imediatamente. Isso representa um crescimento significante da confiabilidade operacional e nível de disponibilidade da rede. R&MinteliPhy é usado para documentar a infraestrutura da LAN centralmente em um servidor. A visão geral de 100% das portas, ativos e sites criados automaticamente tornam o trabalho de um profissional de TI muito mais fácil. 

Montagem da equipe R&MinteliPhy

Junto com os parceiros de instalação e serviço Elektromontaż Rzeszów e API Smart, a R&M rapidamente cuidou das tarefas de cabeamento. Entre outras coisas, uma equipe especial foi formada e treinada para a implementação extensiva do R&MinteliPhy. A R&M estará apta a usar uma experiência valiosa com a seleção, treinamento, organização e programação da equipe de implementação do R&MinteliPhy para projetos futuros. A equipe instalou 328 fitas de sensores que monitoram 15.500 portas.

A PANSA prossegue rapidamente o programa de investimentos. Em dezembro de 2018, outra nova torre ATC entrará em operação. Está sendo instalada no aeroporto de Katowice e está sendo equipada com a mesma solução da R&M usada na torre do aeroporto de Cracóvia.

O cliente

A Agência de Serviço de Navegação Aérea (PANSA) é responsável pela segurança e eficiência do tráfego aéreo no espaço aéreo da Polônia. Todo dia a PANSA garante a segurança de passageiros em mais de 2.500 voos pela Polônia. E todo dia há quase meio milhão de passageiros a bordo de todos os aviões que sobrevoam a Polônia. Mais de 500 controladores de tráfego aéreo empregados na agência cuidam de mais de um milhão de voos por ano com sobrevoos, aproximações, decolagens e pousos, bem como de serviço de informação de voo.

Os controladores de tráfego aéreo são apoiados pela tecnologia avançada. Mais de 200 dispositivos localizados em toda a Polônia garantem a segurança do tráfego aéreo no espaço aéreo da Polônia e consistem em sistemas de comunicação air-ground, sistemas de navegação de área, sistemas ILS-DME (que permitem um pouso suave e preciso em baixa visibilidade), e radares.

A PANSA é responsável pela infraestrutura de aviação avançada, e sua construção e desenvolvimento. Todo sistema de segurança crítico são mantidos continuamente pelos especialistas técnicos da empresa e verificado pela inspeção de voo. É a única organização na Polônia que treina e emprega controladores de tráfego aéreo civis.